O que é e como funciona o coworking

Saiba o que é, como funciona e as vantagens de um espaço de coworking (escritório compartilhado).

Quem está se aventurando pelos caminhos do empreendedorismo sozinho, uma tendência que só cresce, sabe que trabalhar no esquema home office pode ser muito bom, porém não é aquela maravilha o tempo todo (como muitos imaginam).

É claro que poder trabalhar de pijama, fazer seu próprio horário e preparar o almoço em casa enquanto responde os e-mails são algumas vantagens, não acha? Mas a falta de contato com pessoas e de debater ideias cara a cara pode dar aquela sensação de isolamento que é nociva para se manter criativo e produtivo.

Por isso, os espaços compartilhados de trabalho, conhecidos como coworking, têm se tornado cada mais comuns no Brasil.

Nos Estados Unidos, para se ter uma ideia, há milhares de coworkings espalhados pelo país. De acordo com dados da Deskmag’s, site dedicado ao assunto, 53% das pessoas que frequentam os escritórios compartilhados são freelancers e 84% dos entrevistados afirmam que a principal motivação de trabalhar nesses espaços é a interação com outras pessoas.

Como funciona um coworking?

Basicamente trata-se de um aluguel de uma mesa de trabalho com direito a Internet de alta velocidade, café e água – ou seja, o básico de um escritório, porém com pessoas trabalhado ao seu lado em diferente projetos e objetivos.

Os diferenciais variam de um lugar para o outro, como serviço de atendimento telefônico, cozinha equipada para preparar uma refeição rápida, salas de reuniões e utilização do endereço para receber suas encomendas e correspondências. A maioria possui ambientes despojados, com decoração moderna ou minimalista e ainda promove eventos e palestras.

As vantagens dos espaços de coworking

Se você está começando o seu próprio negócio e não pode montar o seu próprio escritório (devido ao custo) ou não tem condições de trabalhar no esquema home office (nem todo mundo consegue se concentrar e render em casa), o coworking pode ser a solução.

Confira abaixo as principais vantagens de optar por um espaço compartilhado:

1. Custo menor do que montar seu próprio escritório

O ponto mais sensível de quem está começando a empreender é o bolso. Se você trabalha com negócios para a Internet, sabe que não é item obrigatório ter um escritório físico. Saiba que em um escritório compartilhado você não terá os custos fixos, como água, luz, telefone, impostos, limpeza etc.

2. Networking

São em lugares como esses que você encontrará profissionais de TI, escritores, publicitários, advogados, entre outros. O bacana é a possibilidade de trocar ideias, até mesmo fazer novos negócios e encontrar parceiros para o seu empreendimento.

3. Foco

Quem não tem disciplina para trabalhar em casa, devido às distrações, pode encontrar o foco que precisa nesses espaços. Além disso, é fato que se você paga para estar em um lugar, por hora ou mesmo por mês, sabe que terá de tornar o seu tempo bem produtivo, certo?

4. Ambiente que promove a criatividade

Imagine que as pessoas que você encontrará lá decidiram trabalhar por conta própria e, por isso, a motivação para fazer com que as coisas aconteçam é enorme. Afinal, batalhar no Brasil para empreender e ver a empresa crescer dá um baita orgulho e é muito desafiador.

Por isso, há uma troca riquíssima de informações sobre o que deu certo, as falhas e os aprendizados nesse caminho. E nessas trocas muitas ideias surgem, aumentando a chance de melhorar um projeto em andamento ou até mesmo colaborando para o nascimento de um novo negócio.

5. Diferentes ambientes, de acordo com a sua “vibe”

Há diferentes espaços dentro do coworking, como salas de reunião e salas coletivas em que você divide a sua mesa com outras pessoas. Há também salas para trabalhar individualmente quando é preciso foco e silêncio. Por isso, sempre haverá um canto de acordo com o seu dia.

Antes de escolher um espaço

Como falamos, cada lugar possui uma “vibe” diferente, afinal, mesmo tendo as suas próprias regras de funcionamento, são as pessoas que fazem o lugar. Antes de fechar um plano mensal, experimente por um dia e veja se você se adapta. Se não der certo, procure outro na região.

Saiba que há coworkings com planos especiais para startups. Então, se você tem uma pequena equipe e não tem espaço físico para reunir todos, essa pode ser a dica certa para você e o seu negócio.

Quanto custa?

Os valores variam bastante, pois dependem muito da localização; lugares mais nobres serão mais caros, mas também há impacto dos serviços inclusos no aluguel. 

Por isso, pesquise bastante, visite o espaço e antes de fechar organize-se para saber quantas horas você realmente precisa para trabalhar.

Fonte: Dinheirama